Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

1. UNIVERSIDADES SE SUBMETEM A VONTADES DE SEUS ALUNOS

As universidades serão forçadas a satisfazer as demandas dos alunos “floco de neve” se as mudanças controversas ao sistema de classificação forem aprovadas, os líderes educacionais advertiram.

O Reino Unido está propondo um novo Quadro de Excelência de Ensino para  as suas universidades. Quase todas, inclusive o Grupo Russel, que compreende 24 das principais universidades) confirmaram intenção de aderir.

Dentre as reformas está colocar a satisfação do aluno no âmago do sistema de classificação.

“As universidades estão cada vez com mais receio de fazer qualquer coisa que criará insatisfação explícita entre os alunos” diz a baronesa Wolf, professora do King’s College de Londres. E acrescenta: “A medida de satisfação do estudante é fantasticamente perigosa. A maneira de fazer os alunos felizes é não lhes pedir para fazer nenhum trabalho e dar-lhes uma nota alta.

“Isto reduzirá padrões e minará a qualidade. Eu só acho que isso é totalmente louco, e destrutivo em relação a tudo o que as universidades representam.”

A professora Julia Black concorda: “As universidades têm que desafiar os alunos e os alunos podem achar isso um processo desconfortável. A obrigação das universidades é garantir que os alunos se sintam apoiados durante esse desafio.”

Todo esse movimento é uma ameaça direta aos padrões acadêmicos e à capacidade das universidades de defender a liberdade de expressão.  Entretanto, a fim de aumentar as taxas de matrícula para acompanhar a inflação e matricular alunos estrangeiros, eles devem aderir ao quadro de excelência de ensino proposto.

Um académico sênior concluiu: “Eles estão aterrorizados com a idéia de perder matrículas. Eles não precisavam ser tão desnecessariamente covardes.”

2. UNIVERSITÁRIOS INGLESES EXIGEM REMOVERÇÃO DE FILÓSOFOS BRANCOS DOS CURRÍCULOS.

Como parte da campanha para descolonizar a universidade, o centro estudantil da Escola de Estudos Orientais e Africanos (SOAS) insiste que a maioria dos filósofos estudados deve ser da África e Ásia.

Isso aconteceu depois que líderes de educação avisaram que as universidades serão forçadas a ceder às demandas dos alunos, por mais insensatas que sejam.

 

3. HOMENS DE HOJE OU SÃO EFEMINADOS OU PSICOPATAS, OU AMBOS.

Mohammed Emwazi foi um cidadão britânico. Morou em Londres e formou-se na Universidade de Westminister, em informática. É mais conhecido como “Jihadi John”, e acredita-se ser a pessoa que aparece em videos do Estado Islâmico, cometendo atrocidades. Robert Verkaik é o jornalistra que escreveu um livro em que tenta explicar o que transforma um adolescente londrino comum em um psicopata do ISIS.

 

Fontes:

1 http://www.telegraph.co.uk/news/2017/01/08/universities-warned-snowflake-student-demands/

2 http://www.telegraph.co.uk/education/2017/01/08/university-students-demand-philosophers-including-plato-kant/

 

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.