iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site: .
Autoria do texto: .
Data de Publicação: .
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Gerações de pessoas aprenderam que o crescimento populacional torna os recursos mais escassos. Em 2021, por exemplo, um relatório amplamente divulgado argumentou:

A população mundial em rápido crescimento está consumindo os recursos naturais do planeta a um ritmo alarmante… O mundo atualmente precisa de 1,6 Terras para satisfazer a demanda por recursos naturais … [um número que] poderia subir para 2 planetas até 2030.” Mas isso é verdade? Depois de analisar os preços de centenas de commodities, bens e serviços ao longo de dois séculos, Marian Tupy e Gale Pooley descobriram que os recursos se tornavam mais abundantes à medida que a população crescia. Isso foi especialmente verdadeiro quando eles analisaram os “preços de tempo”, que representam o tempo que as pessoas devem trabalhar para comprar algo. Os autores também descobriram que a abundância de recursos aumentou mais rapidamente do que a população – uma relação que eles chamam de “superabundância”. Eles concluem que, em média, cada ser humano adicional cria mais valor do que consome. Junte-se a nós para o lançamento oficial do último livro de Cato: Superabundância: a história do crescimento populacional, inovação e florescimento humano em um planeta infinitamente abundante .

Nota: Lawrence H. Summers participará virtualmente da conferência.

Imagem:
Evgeniy Mironov, via Pexels.
Ozerki, região de Voronezh. Russia

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise
Editorial

O Rosto dos Coletivistas.

Quer o ano seja 1944 ou 2024, nunca se esqueça que uma pessoa comum é capaz de sorrir e aproveitar a vida enquanto participa conscientemente

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *