iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Atenção:

Esse artigo desempenha papel meramente informativo. Consulte sua autoridade médica local para receber aconselhamento apropriado.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site: .
Autoria do texto: .
Data de Publicação: .
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Por Sophie Lewis. Como o tempo é um bem irrecuperável, o CONIPSI resumiu as partes q condensam o pensamento marxista. O artigo completo está aqui.

[…] populações cuja resposta à pandemia não poderia ser ‘ficar em casa’, mesmo que quisessem, além dos moradores de rua: por exemplo, pessoas armazenadas em prisões, centros de detenção, campos de refugiados ou dormitórios de fábricas, pessoas presas em lares de idosos superlotados ou detidos contra sua vontade em instalações médicas e / ou psiquiátricas. Se o COVID-19 for incompatível com essas instituições, no sentido de que uma resposta humana à pandemia é impossível nesses espaços não democráticos, então terá demonstrado da mesma forma que eles são incompatíveis com a dignidade humana.

[…] Libere todos os prisioneiros e detidos agora, refaça as instalações de atendimento como espaçosas aldeias autogeridas e demita todos os trabalhadores com salário integral para que possam deixar seus beliches para sempre, morar com seus amigos e exercitema preguiça por pelo menos na próxima década.

Em segundo lugar, dos que têm casas, uma grande proporção não estão seguros. […] o The Guardian citou uma ong chinesa, que disse: “[…]90% das causas de violência estão relacionadas à epidemia de Covid-19”.

O CEO de uma linha direta nacional de violência doméstica nos Estados Unidos disse: “Os agressores estão ameaçando jogar suas vítimas na rua para que fiquem doentes…[…]”

Em suma, a pandemia não é hora de esquecer a abolição da família. Nas palavras da teórica feminista e mãe Madeline Lane-McKinley: “As famílias são as panelas de pressão do capitalismo. Essa crise verá um aumento nas tarefas domésticas – limpeza, culinária, cuidados -, mas também abuso infantil, abuso sexual, estupro por parceiro íntimo, tortura psicológica e muito mais.” Longe de ser um tempo para concordar com a ideologia dos “valores da família”, a pandemia é um momento extremamente importante para provisionar, evacuar e geralmente capacitar os sobreviventes – e refugiados – da família nuclear.

Em terceiro lugar, mesmo quando o agregado familiar nuclear privado não representa ameaça física ou mental direta para a pessoa – sem agressão ao cônjuge, estupro de crianças e sem queixas -, a família privada como modo de reprodução social ainda, francamente, é uma porcaria. Ela é sexista, nos nacionaliza e nos faz competir. Nos normatiza para o trabalho produtivo. Isso nos faz acreditar que somos “indivíduos”. Minimiza os custos de capital e maximiza o trabalho vital dos seres humanos (em bilhões de caixas minúsculas, cada uma delas equipada – absurdamente – com sua própria cozinha, micro-creche e lavanderia). Chantageia-nos levando-nos a confundir as únicas fontes de amor e carinho que temos com a extensão do que é possível.

Merecemos coisa melhor que a família. E o momento do cornoa é excelente para praticar a abolição. Nas palavras sempre lúcidas de Anne Boyer: “Precisamos aprender a fazer o bem pelo bem do estrangeiro agora. Agora, temos que viver como evidência diária de que acreditamos que há valor na vida do paciente com câncer, do idoso, do deficiente, daqueles em condições de vida impensáveis, lotadas e em risco”.

Ainda não sabemos se seremos capazes de extrair algo melhor do que o capitalismo dos destroços desta praga e da próxima Depressão. Eu diria apenas com alguma certeza que, em 2020, a dialética das famílias contra a família , dos lares reais contra o lar, se intensificará.

Aviso Legal

O CONIPSI acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a salvar vidas. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito do novo Coronavírus, a fim de difundir somente aquelas que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise

O “Great Reset”

Hilde Schwab, esposa de Klaus Schwab, e Charlize Theron no Fórum Econômico Mundial […] O fundador do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, enfatizou repetidamente como

Leia Mais »