iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Cientistas causaram perdas de bilhões de dólares e milhões de vidas.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site: .
Autoria do texto: .
Data de Publicação: .
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O neurocientista​ e médico, Matthew Schrag, identificou dezenas imagens de dados aparentemente alteradas ou duplicadas​. Sua descoberta ameaça um dos estudos de Alzheimer mais citados deste século e vários experimentos relacionados.

O primeiro autor desse influente estudo, publicado na Nature em 2006 , foi o neurocientista Sylvain Lesné. Seu trabalho e de seus colegas parecia provar o que causava demência em ratos.

Schrag tomou conhecimento de possíveis problemas com o trabalho de Lesné ao ser contratado para investigar uma questão totalmente separada, uma possível pesquisa científica fraudulenta com relação ao Simufilan, medicamento experimental contra o Alzheimer. O desenvolvedor do medicamento, Cassava Sciences, alegava que ele melhorava a cognição, em parte ao bloquear a proteína Aβ​, ​identificador do Alzheimer.

No decorrer desse trabalho não relacionado, Schrag examinou o PubPeer, um site online onde pesquisadores sinalizam problemas suspeitos em trabalhos publicados. Schrag detectou reclamações sobre figuras no trabalho de Lesné. Indo mais fundo, ele marcou números em 20 jornais de Lesné; 10 dos quais envolveram ​o oligômero ​Aβ*56. Os problemas incluíam bandas duplicadas em western blots (veja a imagem abaixo) bem como imagens que pareciam ser composições de diferentes experimentos, ou figuras reimpressas em artigos posteriores como se fossem novas.

Estas bandas de western blot representam ostensivamente duas proteínas de controle diferentes, mas, em vez disso, são duplicatas exatas uma da outra. 
[Cortesia da Science/AAAS.]


Muitos pesquisadores de Alzheimer disseram ao Alzforum, alguns ​extra oficialmente, que tentaram, mas não conseguiram replicar as descobertas. A maioria não publicou esses esforços. Quem o fez foi Dennis Selkoe, da Brigham and Women’s. Na época, Selkoe relatou ser incapaz de encontrar ​o oligômero.

Um analista de imagem independente líder e vários pesquisadores de Alzheimer revisaram a maioria das descobertas de Schrag a pedido da revista Science. Eles concordaram com suas conclusões gerais, que lançaram dúvidas sobre centenas de imagens, incluindo mais de 70 nos artigos de Lesné. Alguns parecem exemplos “chocantemente flagrantes” de adulteração de imagens, Os autores “pareciam ter composto figuras juntando partes de fotos de diferentes experimentos”, diz Elisabeth Bik, um bióloga molecular e conhecida consultor de imagens forenses. “Os resultados experimentais obtidos podem não ter sido os resultados desejados, e esses dados podem ter sido alterados para … melhor se adequarem a uma hipótese…”

O trabalho de Schrag, implica que milhões de dólares federais podem ter sido mal gastos na pesquisa, e muito mais em esforços relacionados. Alguns especialistas em Alzheimer agora suspeitam que os estudos de Lesné desviaram a pesquisa de Alzheimer por 16 anos.

O dano imediato e óbvio é o desperdício de financiamento do NIH e desperdício de pensamento no campo, porque as pessoas estão usando esses resultados como ponto de partida para seus próprios experimentos.

Thomas Südhof, neurocientista da Universidade de Stanford, ganhador do Prêmio Nobel e especialista em Alzheimer e condições relacionadas.

​​
Schrag alertou os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos que o trabalho suspeito “não apenas representa um investimento substancial no apoio à pesquisa [do NIH], mas foi citado … milhares de vezes e, portanto, tem o potencial de enganar todo um campo de pesquisa”.

Imagem:
Sylvain E. Lesné, foto de seu perfil na University of Minnesota

Fonte:
alzforum.org
science.org
The Mage of Breath

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise
Editorial

Sexo é Binário

[…] Está bem documentado que outras espécies se reproduzem sexualmente e que existem machos e fêmeas em outras espécies.  […] Tomemos os organismos do humilde

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.