iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

O ódio é falta de maturidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por Annette Poizner. Leia o artigo completo no Times of Israel.

[…]

[Eu divulgara]aos meus colegas o Self-Authoring Suite de Jordan Peterson. Seu software de registro em diário mostrou efeitos positivos quando usado por estudantes universitários do primeiro ano. Esses estudantes relatam, em média, notas mais altas e menores taxas de desistência, em comparação com as de um grupo de controle.

[Recebi] uma enxurrada de emails, uma onda de negatividade. [Chamaram] Peterson de um “Jim Jones dos dias modernos”, […]”um propagador do discurso de ódio”. […]

Aqui está o problema. Os bebês passam por um estágio de desenvolvimento que Melanie Klein denominou “boa mãe, mãe ruim”. Nesta fase, as reações da criança se polarizam. Se a mãe satisfaz todas as necessidades em tempo hábil, ela é considerada “boa”. Se o desempenho da mãe fica comprometido,  digamos, ela se demora no chuveiro, a criança fica chorando. A mãe é ‘ruim’!

Esperamos que, com o tempo, a criança supere a tendência para o pensamento em preto e branco. Afinal, mãe – e todo mundo – é bom. . . e ruim. Útil . . . e falho. Ela aparece. Ela decepciona. A capacidade de hospedar esse paradoxo é um dos blocos de construção da maturidade.

De fato, essa idéia está no coração da oração central do judaísmo, Shma Yisrael . Essa bênção é constantemente traduzida em inglês. Lemos: “Ouça, ó Israel, o Senhor é Nosso D’us, o Senhor é Um”.

Errado.

Dentro da bênção, encontramos dois nomes hebraicos para Divindade. Um deles se refere ao amoroso D’us, nosso Pai Celestial. O outro se refere a D’us, o rei, que aplica as leis, emite retribuição. O pai nutridor, o pai rigoroso. Essa oração exige que atravessemos ao paradoxo, encontremos a unidade dentro da dicotomia. As duas fisionomias díspares da Divindade são, em essência, uma. Nos pedem que nos trabalhemos em um estado caracterizado por aceitação, sabedoria, temperança, modulação. Em suma, maturidade.

Então a política de Jordan Peterson irrita você. Mas você também pode hospedar a generosidade de um clínico que concedeu, a milhões de pessoas, acesso gratuito a centenas de horas de palestras no YouTube, palestras que milhares e milhares de pessoas estão usando para fazer mudanças pessoais, sans uma psicoterapia cara?

Leia os comentários abaixo dos vídeos . Seus materiais estão ajudando as pessoas. No Canadá, onde socializamos a medicina, cada pessoa que, de forma voluntária e independente, assume responsabilidade, dirime um problema de abuso de substâncias, limpa seu quarto, tudo isso sem acessar, digamos, o apoio de um psiquiatra, economiza o dinheiro dos contribuintes.

Nessa nota, pense nisso. Quantas pessoas você conhece que não assumem a responsabilidade, resolvem um problema de abuso de substâncias ou limpam seus quartos, mesmo com o apoio de um terapeuta? Peterson está, no mínimo, ajudando algumas pessoas a se resolverem.

Por dois anos, Jordan Peterson viajou ao redor do mundo, ensinando como transformar o caos em ordem habitável. Então sua vida caiu no caos. Então nossas vidas caíram no caos. E agora seus materiais permanecem disponíveis, um legado e um presente para aqueles que enfrentam turbulências. Dado o tempo em que vivemos, muitas pessoas não podem pagar ajuda profissional. Quantos deles se voltam para seus recursos e acumulam inspiração e orientação?

Eu sei. Você ainda odeia Jordan Peterson. Ironicamente, você pode precisar das idéias dele mais do que os outros. O problema: suas palestras gratuitas são muito caras para você. Para ouvir, você teria que renunciar a algo a que se agarra. Gostaria de fazer referência ao trabalho de uma cabalista de Jerusalém, Sarah Schneider. O livro dela deve ter importância para você. O título: Você é o que você odeia .

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise

O “Great Reset”

Hilde Schwab, esposa de Klaus Schwab, e Charlize Theron no Fórum Econômico Mundial […] O fundador do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, enfatizou repetidamente como

Leia Mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *