iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

A Psicologia excluiu Deus, agora a elite exclui os seres humanos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Vacinas de Covid tornam Humanos Animais Hackeáveis

“Nós nos tornaremos deuses”

Yuval Noah Harari

Você certamente não morrerá. Pois Deus sabe que quando você comer dele, seus olhos se abrirão e você será como Deus.

 Satanás (Gn 3:4-5)

Resumo:

– Extinção de humanos obsoletos
– Fim do livre arbítrio por meio de hackeamento
– Covid é o acontecimento mais importante do século. porque possibilitou o monitoramento das pessoas.

Além de ser professor na Universidade Hebraica de Jerusalém, Yuval Noah Harari também atua como principal conselheiro de Klaus Schwab, fundador e diretor executivo do Fórum Econômico Mundial.

O objetivo do WEF não é apenas controlar a vida na Terra, mas mudá-la fundamentalmente. 

No vídeo abaixo, Harari explica o futuro dos seres humanos:

https://rumble.com/v10d7qb-wef-advisor-yuval-harari-on-how-technology-is-creating-a-class-of-meaningle.html

Na Revolução Industrial do século XIX, o que a humanidade aprendeu​ a produzir foi, basicamente, todo tipo de coisas, como téxteis, sapatos, veículos, e isso era suficiente, pois muito poucos países, que passaram pela revolução rápido o suficiente, subjugaram todo mundo.

Pelo que estamos passando agora, é como uma segunda Revolução Industrial, mas o produto, desta vez, […] será o próprio homem. Basicamente, estamos aprendendo a produzir corpos e mentes. Serão os principais produtos da próxima onda destas mudanças.

Se houver uma lacuna entre os que souberem produzir corpos e mentes e os que não souberem, os últimos serão extintos.

Uma vez que saibamos produzir corpos e cérebros, o trabalho barato não serve para nada.

A principal questão econômica e política das próximas décadas será: O que fazer com todas essas pessoas inúteis? Não temos um modelo econômico para isso.

Meu melhor palpite é o tédio. O que fazer com eles? E como definiremos uma noção de sentido na vida quando eles são, basicamente, inúteis, sem valor.

Minha melhor hipótese, no presente, é uma combinação de drogas e jogos de computador.

Yuval Noah Harari, admite abertamente que os dados podem permitir que as elites humanas façam mais do que “apenas construir ditaduras digitais”. Explica ele:

Ao hackear organismos, as elites podem ganhar o poder de reprojetar o futuro da própria vida. Porque uma vez que você pode hackear algo, normalmente você também pode criá-lo:

Os humanos agora são animais hackeáveis. A ideia de que os humanos têm essa alma ou espírito, eles têm livre arbítrio e ninguém sabe o que está acontecendo dentro de mim – então o que eu escolher seja na eleição ou no supermercado, esse é o meu livre arbítrio? Acabou.

Hoje, temos a tecnologia para hackear seres humanos em grande escala. Tudo está sendo digitalizado [e] monitorado.

O passado pode ter pertencido àqueles que possuíam terras, mas o futuro pertencerá àqueles que têm controle sobre mais dados.

Assim, Harari concebeu uma equação para o hackeamento, B*C*D=AHH, sendo
B = biologia
C = computador
D = dados

Ele explica a equação:

O conhecimento biológico, multiplicado pelo poder computacional, multiplicado pelos dados – equivale à capacidade de hackear humanos [CHH, em português] (AHH). Se você conhece bastante biologia e tem poder computacional e dados suficientes – você pode hackear meu corpo, meu cérebro e minha vida. Você pode me entender melhor do que eu me entendo. Você pode conhecer meu tipo de personalidade, minhas opiniões políticas e meus medos e esperanças mais profundos. E você pode fazer isso não apenas comigo, mas com todos.

No passado, muitos tiranos e governos queriam fazer isso. Mas ninguém entendia bem a biologia, e ninguém tinha poder computacional e dados suficientes para hackear milhões de pessoas. Nem a Gestapo nem a KGB puderam fazê-lo. Mas em breve, pelo menos algumas corporações e governos serão capazes de hackear sistematicamente todas as pessoas.

Nós, humanos, devemos nos acostumar com a ideia de que não somos mais almas misteriosas. Agora somos animais hackeáveis. Um sistema que nos entende melhor do que nós nos entendemos pode prever [e] manipular nossos sentimentos e decisões, e pode finalmente [decidir] por nós. Ao hackear organismos, as elites podem ganhar o poder de reprojetar o futuro da própria vida. Porque uma vez que você pode hackear algo, normalmente você também pode criá-lo.

Muitas vezes se diz que você nunca deve permitir que uma boa crise seja desperdiçada, porque uma crise é uma oportunidade de também fazer ‘boas’ reformas que em tempos normais, as pessoas nunca concordarão. Mas em uma crise, você vê, não temos chance – então vamos fazer isso.”

A vacina vai nos ajudar, é claro. Isso tornará as coisas mais gerenciáveis, [como] a vigilância. As pessoas poderiam olhar para trás em cem anos e identificar a pandemia [COVID-19] como o momento em que um regime de vigilância assumiu – especialmente a vigilância sob a pele.

Essa capacidade de hackear seres humanos, entrar sob a pele, coletar dados biométricos, analisá-los e entender as pessoas melhor do que elas se entendem… é o evento mais importante do século 21.


Harari considera que o fato de ser  homossexual lhe permite, segundo ele próprio, “colocar em questão ideias herdadas”​.
Em seu site pessoal, ele diz que seu​ principal objetivo ​é focar a conversa pública nos mais importantes problemas globais.
Ele discute regularmente questões globais com chefes de Estado​ como Macron, Angela Merkel.​Tem livros​ ​recomendado​s​ por Barack Obama, Bill Gates, Natalie Portman.

Harari enxerga corretamente muitas coisas, o problema está na solução que ele oferece:

A história começou quando os humanos inventaram deuses e terminará quando os humanos se tornarem deuses

Devemos ter a prudência de não esquecer, entretanto, que escolhas trazem conseqüências imprevistas, bem como que a liberdade está em jogo.

Leia mais em:

www.survivethenews.com

www.theamericanconservative.com/dreher/yuval-noah-hararis-dystopia/

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise
Editorial

Como Tratar a Culpa na Perspectiva Cristã

Muitos aconselhados acreditam que Deus perdoou transgressões passadas, mas eles mesmos não perdoaram (ou “não conseguem perdoar”). Como conselheiros, devemos confrontar esse pensamento injusto de que

Leia Mais »
Psicanálise
Editorial

Por Que Optar pela Psicologia Cristã?

Psicologia Cristã – IntroduçãoA psicologia cristã pode parecer, à primeira vista, uma contradição em termos. Especialmente depois de examinar as psicologias marxista, humanista e pós-moderna e

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.