iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

A explicação para o posicionamento da esquerda.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site: Facebook de Marco Frenette.
Autoria do texto: Marco Frenette.
Data de Publicação: .
Leia a matéria na íntegra clicando aqui. Facebook de Marco Frenette
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Sexualidade, família e trabalho.

O entendimento de que a sexualidade deve seguir livremente seu curso, sem nenhuma amarra ou limitação, leva o ser humano a se comportar no nível de animais no cio. Não é uma ideia exatamente elevadora, e tampouco nova.

Mas notem algo muito importante: a ideia esquerdista de sexualidade livre é diferente da ideia de uma certa liberdade, hipócrita ou não, que é exercida sem o objetivo de atacar e destruir os valores judaicos-cristãos, ou seja, os valores da nossa civilização.

O esquerdista quer o sexo livre e irrestrito não só para seu prazer e completa vadiagem, mas para combater a “repressão burguesa”.

O argumento clássico dos esquerdistas é o de que as sociedades reprimem o sexo livre porque desejam direcionar a energia sexual para o trabalho capitalista, e que os tabus existem para preservar a família tradicional e as “estruturas de poder”.

Ora, o trabalho capitalista tem um alto valor cultural, moral e prático, porque sem ele nada teríamos além de doenças, subdesenvolvimento e destruição. As civilizações que construíram grandes obras sem o trabalho capitalista o fizeram com trabalho escravo.

A família tradicional foi e é a base da civilização como a conhecemos. É um formato que se provou condizente com os valores daqueles que visam construir em vez de destruir.

Os esquerdistas entendem “trabalho” e “família” como dois castigos terríveis que são impostos aos que, coitados, precisam reprimir o fogo no rabo para o trabalho ser eficiente e para a família ter harmonia.

A forma d[e] o esquerdista pensar e agir é insana e delinquencial, levando-o a chamar de “repressão” e “dominação” o que são simples exigências da vida civilizada e produtiva.

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise
Editorial

Pais Adotivos Pedófilos

Investiguei uma quadrilha de pedófilos LGBTQ suburbana. Minha investigação revela detalhes perturbadores sobre o casal ativista gay acusado de sodomizar seus filhos adotivos – agora

Leia Mais »
Psicanálise
Editorial

Transexualismo Elimina as Mulheres

As palavras determinam nossos pensamentos. Ciente disso, o jornalista conservador Michael J. Knowles não abdicou de sua forma de pensar quando intimidado por uma patrocinadora

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *