iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Governo bane princípio de "Primeiro, não causar danos" ao impor tratamento terapêutico de seu gosto.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site: jamesesses.com.
Autoria do texto: James Esses.
Data de Publicação: .
Leia a matéria na íntegra clicando aqui. jamesesses.com
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Associação Britânica de Aconselhamento e Psicoterapia (@BACP) diz aos médicos:

-Use fitas de arco-íris na sala de terapia

– Evite “linguagem de gênero desnecessariamente”, como ‘corajoso’ ou ‘sensato’

-Preocupações sobre autismo/disforia de gênero são “capacitistas”​​

James Esses

Vá para o inferno @BACP e leve consigo seu policiamento linguístico e sugestões de moda

@CPOntario fique à vontade para acompanhá-los, pois você já está na metade do caminho

Jordan Peterson

Já cobri anteriormente a captura ideológica dentro de vários órgãos de saúde mental no Reino Unido, incluindo a minha própria guerra contra o Conselho de Psicoterapia do Reino Unido (UKCP).

Agora é hora de olhar para a Associação Britânica de Aconselhamento e Psicoterapia (BACP), um organismo de acreditação profissional com mais de 50.000 membros. Para muitos que buscam seguir a carreira de psicoterapeuta ou conselheiro, eles terão que concluir um programa de treinamento credenciado pelo BACP antes de se registrarem no próprio BACP.

Na semana passada, recebi um exemplar da revista trimestral do BACP, intitulada “Crianças, Jovens e Famílias”. Destina-se especificamente aos profissionais que trabalham com crianças. Tem muito peso e demonstra a posição organizacional sobre as questões do dia.

Ao ler a revista, ficou claro que ela nada mais era do que um manual de doutrinação transideológica.

A prova mais clara disto foi que, embora exista uma grande variedade de questões que atualmente afetam as nossas crianças, a maioria dos artigos da revista, incluindo os artigos de destaque, eram sobre o tema ‘LGBTQ+’.

Desde o início, há arrogância moral e pressão paternalista colocada sobre os praticantes. Na seção ‘Do Editor’, a Editora, Jeanine Connor, informa aos médicos que: “Muitos dos meus clientes se identificam como L, G, B, T ou Q e provavelmente o mesmo acontece com você. Se não, sugiro que você se pergunte: ‘Por que não?’”.

A sugestão é que, se os terapeutas não têm uma clientela “queer”, deve haver algo errado com a qualidade da sua prática.

Ela continua: “Você e seu espaço de aconselhamento são acolhedores e inclusivos para pessoas em amplos espectros de gênero e sexualidade? Como você demonstra ser um aliado?” Obviamente, o editora do BACP vê os membros primeiro como ativistas e depois como profissionais de saúde mental.

Apoie o trabalho de James

James Esses é escritor, comentarista e cofundador da Thoughtful Therapists e da Declaração para a Realidade Biológica. Ele defende o impacto político, jurídico, sanitário e cultural da ideologia.

Imagem:
Revista, de 06-2024, da Associação Britânica de Aconselhamento e Psicoterapia (BACP), Threads.net de popnollyuk (Jack Lynch), 09/06/2024.

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise
Editorial

O Sentido da Vida

We need another great flood. pic.twitter.com/LyE4Ryrmg5 — Ian Miles Cheong (@stillgray) July 8, 2024 – Que tal ser um gato? – Humm…bom, eu sei exatamente

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *