Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Jessica Yaniv

Por Amanda Prestigiacomo. Leia o artigo completo no Daily Wire.

Jessica Yaniv ganhou as manchetes no ano passado por processar esteticistas que se recusaram a depilar sua genitália masculina; foram 16 queixas contra o Tribunal de Direitos Humanos. Pelo menos uma empresária foi forçada a fechar após a queixa de Yaniv.

A YouTuber Blaire White entrevistou Yaniv.:

– Como você responderia a todas as alegações de você estar enviando mensagens, tweets, e-mails, etc. para garotas menores de idade, perguntando sobre seus absorventes, seus OBs, seus ciclos menstruais e dizendo que, se elas fossem um pouco mais velhos você estaria com elas?

– Infelizmente, eu tenho que dizer que elas são falsos- respondeu Yaniv.

 Ele disse que em 2012-13, trabalhou para uma “banda popular de garotas” de “seis irmãs cantoras” e teve que atingir garotas menores de idade. “Quando lidava com a mídia social delas… o que fiz foi acessar meu Twitter e dizer: ‘ei, quantos anos você tem?’ para criar quase que uma base de fãs.

White disse, sem rodeios, que Yaniv estava mentindo sobre as mensagens serem falsas:

– Há tuítes de 2011, 2012, 2013, de pessoas falando sobre sua conduta inadequada. Além disso, se você olhar, todas essas capturas de tela são de você enviando mensagens a menores de idade, não é como se elas tivessem acontecido depois de você alcançar a infâmia com o seu escândalo e ter recebido a atenção da mídia, elas aconteceram antes. Então, eu fico me perguntando qual seria a motivação de estranhos, na Internet, para fazerem centenas de screenshots de você sendo inadequado com jovens antes mesmo de você ter notoriedade.

Yaniv descartou o raciocínio de White, novamente afirmando que as mensagens não foram enviadas a partir de Yaniv.

White perguntou, então sobre Yaniv ter, supostamente, enviado mensagens de voz com “barulhos de bebê”, a uma menina de 15 anos, Jessica Rumpel .

A explicação de Yaniv:

– Eu estava enviando mensagens de bebê para um dos meus amigos. Como eles chegaram até ela, eu não sei. Elas não foram enviados diretamente para ela .

Nota: pelo menos uma mensagem de voz menciona, especificamente, a Sra. Rumple pelo seu primeiro e último nome.

Yaniv também disse a White que seria perfeitamente aceitável ele participar de uma festa na piscina, onde garotas de 12 anos eram incentivadas a ficar de topless e os pais eram dissuadidos de participar.

Yaniv estava programado para pedir permissão ao Conselho Municipal para uma ‘Natação de Todos os Corpos’ nas três piscinas comunitárias onde as pessoas, incluindo meninas de até 12 anos, teriam permissão para ficar de topless. O mergulho é para crianças que se identificam como ‘LGBTQ2S +’. No apelo para impedir que os pais participem, Yaniv citou o interesse em promover um ambiente “seguro e inclusivo”.

– Esse evento nunca foi meu – disse Yaniv, apesar de ter admitido que seu nome estava em uma petição para a cidade para sediar o evento em questão.

 – Eu acho que posso participar se eu quiser – acrescentou Yaniv.

White, que é transexual, disse a Yaniv que era problemático ele tirar fotos cercado de jovens, em um banheiro feminino, enquanto se apresentava completamente como homem. Yaniv disse a White, no Canadá, para entrar em um espaço exclusivo para mulheres, só é necessário apresentar um formulário de uma página declarando seu novo gênero. White, novamente, enfatizou:

– Isso é um problema.

Questionado se Yaniv sente alguma empatia pelas mulheres que o ativista atingira ou levara à falência, respondeu sem rodeios:

– Não, porque elas não estão sendo atacadas.

“O único comércio de varejo que fechei, eles já fecharam!. fante. “Eu já os fiz fecharem.

– Por que você tem orgulho de fechar oa empresa de alguém? Isso é doentio!

Yaniv argumentou que é porque estava sendo discriminado. Ele ainda se gabou:

– Eu vou ganharo todos esses casos. Não há duvidas. … Eu sou parte de uma classe protegida: sou transexual.

Yaniv demonstrou não estar com medo na casa deles, brandindo um taser.

Whit perguntou, zombeteiramente, se aquilo era “um momento” para Yaniv e seguiu em frente.

Yaniv então fez um comentário racista sobreuma empresária sikh, zombando: “Mim não falar inglês”.

White disse a Yaniv que o ativista fere o movimento trans, as pessoas trans e as jovens, e disse para Yaniv procurar “ajuda”.

White fez a observação, várias vezes durante a entrevista, que as doações durante a entrevista ao vivo seriam direcionadas para as empresas visadas ​​por Yaniv.

Assista:

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Divulgação

Bible Journaling na SBB

Bible Journaling é uma técnica para estimular a leitura e o estudo da Bíblia Sagrada.  Consiste em destacar versículos na Bíblia, anotando ideias, sentimentos e ensinamentos.

Leia Mais »