iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por Steven J. Cole, no Bible.org.

Mark Twain escreveu: “Que pequena parte da vida de uma pessoa são seus atos e suas palavras! Sua vida real acontece em sua cabeça e não é conhecida por ninguém além de si mesmo. Durante todo o dia, o moinho do seu cérebro está triturando, e seus pensamentos, e não outras coisas, são sua matéria.”

Eu modificaria Twain dizendo que nossa vida de pensamentos forma a base para nossas ações e palavras e revela-se, sobretudo, nelas. Mas os comentários de Twain afirmam, corretamente, que nossa vida de pensamentos compõe a parte principal de quem realmente somos. Jonathan Edwards coloca da seguinte maneira: “As idéias e as imagens na mente dos homens são os poderes invisíveis que os governam constantemente” (fonte desconhecida). Portanto, é crucial que cada um de nós submeta sua vida de pensamentos a Jesus Cristo, aprendendo a pensar biblicamente sobre todos os aspectos da vida.

Uma das coisas mais úteis que aprendi sobre a vida cristã é que todo pecado começa em nossos pensamentos, o que a Bíblia costuma chamar de “coração”. Jesus disse: “O que sai do homem é o que contamina o homem. Pois de dentro, do coração dos homens, procedem os maus pensamentos, fornicações, roubos, assassinatos, adultérios, ações de cobiça e maldade, bem como engano, sensualidade, inveja, calúnia, orgulho e tolice. Todas essas coisas más procedem de dentro e contaminam o homem ”( Mc 7: 20-23 ). Ninguém comete esses pecados exteriores sem antes tê-los cometido em sua mente. Se queremos crescer em piedade, devemos vencer a batalha pelo pecado a nível do pensamento.

Em Fp 4: 8, Paulo nos exorta a desenvolver uma vida de pensamento cristão. Não se deve separar suas palavras do contexto. Praticar o versículo 8 é essencial se queremos desenvolver e manter relacionamentos saudáveis ​​(4: 2-3, 5). A vida de pensamento do cristão também faz parte de uma vida de alegria (4: 4) e paz (4: 6-7) em todas as situações. Visto que nossos pensamentos formam a base de nosso comportamento, uma vida de pensamento piedoso também é essencial para a obediência à qual Paulo nos exorta no versículo 9. Claramente, a vida de pensamento de Paulo estava no centro do contentamento que ele havia aprendido em todas as situações (4: 10-12). Então, Paulo está nos explicando o caminho para sermos pessoas inteiras em nossos relacionamentos com Deus, uns com os outros e dentro de nós. Mas antes de olharmos especificamente para o que Paulo está ensinando e como obedecê-lo, precisamos pensar sobre:

I. O que Paulo NÃO está ensinando: o poder do pensamento positivo.

Preciso focar nisso por um instante, porque se infiltrou no mundo cristão o falso ensinamento do “pensamento positivo”. Se você conhece os ensinamentos [de seus criadores], sabe que eles não são cristãos em nenhum sentido ortodoxo do termo, mesmo que ambos tenham sido bem-vindos nos círculos evangélicos. Por meio de sua influência, entrou na igreja americana a ideia de que é errado ser sempre negativo ou crítico. Isso resultou na perda de discernimento.

Certa vez, uma jovem parou de frequentar a igreja que eu pastoreava, dizendo que eu era muito negativo. Ela mostrou um resumo do meu último sermão.  Sem dúvida, as questões foram abordadas mais negativamento do que positivamente. Mas salientei que havia tomado as questões literalmente do texto bíblico. Mas isso não importava para ela! Nem lhe ocorreu que ela estava criticando minha pregação, nem que Paulo e Jesus freqüentemente eram críticos e negativos. Ela acreditava que devemos sempre ser positivos.

A heresia do pensamento positivo se espalhou ainda mais através da heresia chamada “Confissão Positiva”, também chamada de ensino “Saúde e Riqueza” ou “Nomeie e Reivindique”, que ensina que tudo o que você confessar positivamente pela fé, Deus deve faze. Essa heresia atribui poder à fé em si e diz que, mesmo que você esteja doente, você não deve fazer uma confissão negativa admitindo isso, mas deve reivindicar sua cura afirmando: “Estou bem!”

Além disso, várias empresas de vendas ou vendedores de sucesso supostamente cristãos utilizaram uma forma desse erro por meio de um ensino motivacional de vendas chamado “atitude mental positiva”. Você nunca deveria nutrir pensamentos negativos. Você deveria usar o “diálogo interno positivo”, tenha fé em si mesmo e se visualizar-se como bem-sucedido e rico, para que isso se torne realidade.

Todos esses erros baseiam-se na heresia da Ciência da Mente, ensinada por Ernest Holmes, fundador da Igreja da Ciência Religiosa, de que sua mente pode criar realidade, que, ao pensar positivamente, você pode fazer qualquer coisa ou alcançar qualquer sucesso que queira. As variações mencionadas acima, embora afirmem ser cristãs e apelem para Filipenses 4: 8 como apoio, são satânicas, pois apelam à carne, promovem a si mesmas e não confrontam as pessoas com a necessidade de estar sujeitas à soberania de Cristo. Mas, obviamente, Paulo não está ensinando o poder do pensamento positivo em Filipenses 4: 8 .

II O que Paulo ESTÁ ensinando: a vida de pensamento do cristão deve se concentrar nas grandes verdades das escrituras.

Embora as Escrituras não sejam mencionadas especificamente, pressupõe-se, porque são a única fonte para saber o que é verdadeiro, honroso, correto, puro, amável e de boa reputação. Vejamos a lista:

1. PENSE NO QUE É VERDADE.

A palavra significa: “verdadeiro quanto ao fato … denota a realidade de uma coisa” (Manual do léxico Grego do Novo Testamento). O “verdadeiro” é o que corresponde à realidade. O próprio Deus é o único teste final para a verdade. Como Ele é imutável, os padrões morais revelados em Sua Palavra, que derivam de Sua natureza Santa, também são imutáveis. Eles se aplicam a todas as culturas em todas as épocas. Jo 3:33 atesta: “Deus é verdadeiro” (ver também Jo 8:26 ; Rm. 3: 4). Como Paulo escreve a Tito, que estava em Creta (os cretenses eram mentirosos notórios): “Deus … não pode mentir”, e Ele tornou conhecida Sua verdade por “Sua palavra” (Tt 1: 1-3).) Jesus também afirmou por si mesmo que era verdadeiro (Jo 7:18; 5: 31-32). Em oposição a Deus e a Cristo, Satanás é um mentiroso e o pai da mentira ( Jo 8:44). Ele é um enganador e usa o pecado para enganar aqueles enredados por ele (2 Cr. 11: 3 ; Ef. 4:22 ; Hb 3:13).

Visto que, como criaturas caídas, somos propensos às mentiras e enganos de Satanás, a única maneira de conhecer a verdade e caminhar nela é mergulhar na Palavra de Deus. Devemos conhecer a Palavra tão bem que, automaticamente, analisamos tudo o que encontramos através do meridiano da Palavra de Deus. Vivemos numa época voltada para as emoções e fortemente influenciado pela suposta “virtude” da tolerância. Nossa cultura presume que amor significa ser tolerante e aceitar todos e tudo, mesmo que a Palavra de Deus declare claramente que algo é uma abominação. Se você seguir o fluxo, será levado para longe do padrão absoluto de verdade moral de Deus, conforme revelado em Sua Palavra.

Também devemos resistir ao pragmatismo de nossa cultura, que determina a verdadeiro pelo que quer que funcione. Se algo funciona, o que significa se isso lhe traz felicidade (pelo menos no momento) ou se realiza o que você quer, então deve ser verdade. Mas a Palavra de Deus nem sempre se alinha com o que funciona. Aliás, é claro que o pecado geralmente traz prazer por um período; se não, não seríamos tão atraídos por ele. Muitos dos métodos da “atitude mental positiva” são eficazes para fazer de você um vendedor de sucesso. Mas a questão é: eles são bíblicos? Devemos testar tudo pela Palavra de Deus, não por sentimentos ou pragmatismo.

2. PENSE NO QUE É HONROSO.

A palavra significa “aquilo que inspira reverência ou admiração; nobre, digna de respeito. ”É uma qualidade de caráter exigida em diáconos e diaconisas (1 Tm. 3: 8, 11). Os anciãos devem manter seus filhos sob controle “com toda dignidade” (1 Tm. 3: 4). Todos os cristãos devem “levar uma vida tranquila e pacífica com toda a piedade e dignidade” (1 Tm. 2: 2).

Isso significa que os cristãos devem levar a vida a sério. Não devemos ser bobos idiotas, que tratam a vida como uma piada perpétua. Vivemos à luz da eternidade, tendo em mente a incerteza desta curta vida e da realidade do céu e do inferno. Isso não significa que não podemos apreciar o humor limpo. Mas nosso teor geral deve comunicar a um mundo perdido que, em breve, eles devem estar diante de um Deus santo. Pense nesses temas reverentes.

3. PENSE NO QUE É JUSTO.

Esta palavra é usada pelo próprio Deus que é justo (Rm 3:26; 1 João 2:29; 3: 7) e por Jesus Cristo (At 3:14; 7:52; 22:14; 1 Pd. 3: 18; 1 Jo 2: 1). Assim, devemos ser pessoas justas, como João escreve: “Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como Ele é justo; quem pratica o pecado é do diabo ”(1 Jo 3: 7-8). Pensar no que é certo significa pensar na santa natureza de Deus, especialmente como revelada na pessoa de Jesus Cristo, e plasmar nosso comportamento segundo Ele.

4. PENSE NO QUE É PURO.

A palavra se refere à pureza cerimonial, mas também à pureza moral retratada pelo cerimonial. Signific,a especialmente, manter nosso corpo imaculado, abstendo-se de pecados sexuais (2 Cr. 11: 2; 1 Tm. 5:22; Tt 2: 5; Tg 3:17; 1 Pd. 3: 2; 1 Jo 3: 3) Em Efésios 5: 3-5, Paulo adverte: “Mas não deixe que a imoralidade ou qualquer impureza ou ganância sejam nomeadas entre vocês, como é apropriado entre os santos; e não deve haver imundície e conversa tola, ou gracejo grosseiro, que não são adequados, mas antes agradecimentos. Por isso, você sabe com certeza que nenhuma pessoa imoral ou impura ou homem cobiçoso, que é idólatra, tem uma herança no reino de Cristo e Deus.” Como cristãos, devemos dizer não à nossa cultura sexualmente impura e focar na pureza moral.

5. PENSE NO QUE É AMÁVEL.

Esta palavra ocorre apenas aqui no Novo Testamento. Significa o que é agradável, aceitável e atraente. Às vezes, todos nós nos sentimos atraídos pelo que é mau. Mas essa palavra deve ser entendida no contexto, significando aquilo que é puro e atraente. Jesus Cristo é inerentemente atraente e, portanto, devemos pensar frequentemente em nosso adorável Salvador, que se entregou por nós na cruz.

6. PENSE NO QUE FOR DE BOA REPUTAÇÃO.

Isso vem de uma palavra composta que significa falar bem de algo (nossa palavra “eufemismo” vem dessa palavra grega). Refere-se a algo que “merecidamente desfruta de boa reputação”. Como Paulo diz em 1 Coríntios 13, o amor acredita o melhor de outra pessoa, ele se recusa a acreditar em um relato maligno sobre um irmão até enquanto não houver certas evidências para estabelecê-lo.

Após essa lista de seis itens, Paulo muda a estrutura da sentença, iniciando as próximas duas frases com a palavra “se”; pego essas duas qualidades finais para resumir todas as outras mais qualquer coisa que Paulo tenha omitido.

* PARA RESUMIR, PENSE EM ALGO DE VIRTUDE.

A palavra “excelência” significa virtude moral. Embora seja comum na literatura grega, esta é a única vez que Paulo usa a palavra. Pedro a usa como uma qualidade de Deus e, portanto, como a primeira qualidade que devemos acrescentar à nossa fé (2 Pd 1: 3, 5). Isso significa que, como um novo cristão, uma das primeiras coisas que você deve fazer é interromper qualquer comportamento que não esteja alinhado às virtudes morais de Deus, conforme revelado nas Escrituras, como os Dez Mandamentos, o Sermão da Montanha e a lista de Paulo dos feitos da carne (Gl. 5: 19-21). Continuar fazendo essas coisas impedirá seu crescimento na piedade. Devemos focar nossa mente na virtude moral.

* PARA RESUMIR, PENSE EM ALGUMA COISA DIGNA DE LOUVOR.

A palavra “louvor” é usada tanto para o que é louvável em Deus (Ef 1: 6, 12, 14 ; Fl 1:11) quanto nas pessoas (Rm 2:29; 13: 3; 1 Cr 4: 5). Certamente, todos os atributos e ações de Deus são louváveis; portanto, devemos pensar diariamente em quão grande Deus é e nas maravilhosas obras que Ele fez, tanto na criação quanto na história. Em relação a outras pessoas, mesmo em relação às do mundo, devemos ser gentis ao focar em seus pontos fortes e boas qualidades. Apesar de todos sermos depravados por natureza, por causa da graça comum de Deus, até mesmo as pessoas incrédulas podem ser gentis, atenciosas e amorosas. Por fim, essas qualidades, mesmo nos incrédulos, não trazem glória para a pessoa, mas para Deus. Portanto, devemos ser gratos e afirmativos em relação às pessoas, e não negativos e críticos.

* PENSE NESSAS COISAS.

Paulo quer dizer refletir sobre essas qualidades que se originam de Deus e devem ser características nossas, como filhos de Deus. “Dê a eles peso em suas decisões”. Permita que elas “moldem sua conduta”. Em outras palavras, pense nessas coisas com o objetivo de fazê-las.

III Como obedecer ao que Paulo está ensinando: devemos controlar o que vem à nossa mente.

Provérbios 4:23 diz: “Vigie seu coração com toda diligência, pois dele brotam as fontes da vida.” Patrick Buchanan observou: “O alimento que entra na mente deve ser observado tão de perto quanto o alimento que entra no corpo”. Frank Outlaw escreveu: “Observe seus pensamentos, eles se tornam suas palavras; observe suas palavras, elas se tornam ações; observe suas ações, elas tornam-se hábitos; observe seus hábitos, eles se tornam o caráter; observe seu caráter, pois ele se torna seu destino”. Para obedecer ao que Paulo está dizendo, devemos exercer controle sobre nossa vida de pensamento. Isso envolve pelo menos cinco coisas:

1. PRECISAMOS DA MENTE DE CRISTO POR MEIO DA CONVERSÃO.

Antes que uma pessoa conheça Jesus Cristo como Salvador e Senhor, ela tem uma mente depravada (Rm 1:28). Ele vive nas concupiscências de sua carne, satisfazendo os desejos da carne e da mente (Ef. 2: 3). Deus deve nos elevar, sobrenaturalmente, de nosso estado de morte em nossas ofensas e pecados (Ef. 2: 1) e nos comunicar uma nova natureza que é capaz de obedecê-lO ( Ef. 4: 22-24 ). Paulo diz que “a mente situada na carne é hostil a Deus; pois não se submete à lei de Deus, pois nem sequer é capaz de fazer isso; e os que estão na carne não podem agradar a Deus. No entanto, você não está na carne, mas no Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em você. Mas se alguém não tem o Espírito de Cristo, ele não pertence a Ele ”(Rm. 8: 7-9). Como ele continua explicando, o Espírito Santo nos dá o poder de matar os atos da carne e viver em obediência a Deus.

2. DEVEMOS LIMPAR E BLOQUEAR AS FONTES DE PENSAMENTOS PECAMINOSOS.

Não podemos ter uma vida de pensamento puro sem antes nos livrarmos das coisas que nos contaminam. Seria como tentar se limpar enquanto você está deitado em um buraco de lama. O primeiro passo é sair da lama e chegar a uma fonte de água e sabão. Se permitirmos coisas em nossas vidas que promovam sensualidade, ganância, impureza sexual, linguagem grosseira, violência, ódio, amor ao ego ou qualquer outra coisa que não agrade a Deus, não podemos crescer em santidade.

O pastor Kent Hughes escreve: “Estou ciente dos sábios avisos contra o uso de palavras como ‘tudo’, ‘todo’ e ‘ ‘sempre’ no que eu digo. Absolutizar os pronunciamentos é perigoso. Mas vou generalizar assim mesmo. Aqui está: É impossível para qualquer cristão que passa a maior parte de suas noites, mês após mês, semana após semana, dia após dia, assistindo as principais redes de TV ou vídeos contemporâneos, ter uma mente cristã. Isso é sempre verdade para todos os cristãos em todas as situações! ”(Grifos seus). Amém!

É preciso dizer: você não será uma pessoa piedosa se não controlar a TV, vídeos, filmes, músicas, revistas, livros e até mesmo os programas de rádio que assiste. Se algo estiver poluindo ou tentando você, tente livrar-se disso e fazer planos para evitá-lo!

3. ASSIMILE A PALAVRA DE DEUS DE TODAS AS FONTES.

Leia-a diariamente. Se você não é um leitor, ouça-a. Você não tem desculpas para não saturar sua mente com as Escrituras. Como Kent Hughes também diz: “Você não pode ser profundamente influenciado por aquilo que não conhece”. Não tenho como incentivá-lo mais a memorizar versículos relacionados a problemas com os quais você luta. A menos que a Palavra esteja em seu coração, Deus não poderá usá-la quando você for tentado (veja o exemplo de Jesus ao afastar a tentação, Mateus 4: 1-11). Você não precisa ler o jornal todos os dias, mas precisa desesperadamente ler sua Bíblia todos os dias! É como um banho diário – limpa a sujeira do mundo (Ef 5:26).

4. EXPONHA SUA MENTE AOS ENSINAMENTOS E EXEMPLOS DOS GRANDES CRISTÃOS HISTÓRIA AFORA.

Ouça e leia sermões de homens piedosos. Os sermões e comentários de John Calvin, Jonathan Edwards, Charles Spurgeon, JC Ryle, Martyn Lloyd-Jones e outros gigantes da fé estão disponíveis. Leia as biografias desses e de outros homens e mulheres piedosos. Com algumas exceções, evite a maioria dos best-sellers cristãos modernos e gaste seu tempo lendo as obras que passaram pelo teste do tempo. Esses homens andaram com Deus e alimentarão sua alma.

5. OUÇA MÚSICA SAUDÁVEL, ESPECIALMENTE OS GRANDES HINOS DA FÉ.

Gosto de muitos coros de louvor, especialmente aqueles que são extraídos diretamente das Escrituras. Mas também, alguns dos grandes hinos têm uma história de sustentar o povo de Deus ao longo dos anos e são doutrinariamente substanciais. Os Wesley usavam hinos para ensinar teologia a muitos analfabetos. Obtenha gravações dos grandes hinos e toque-os até conhecê-los de cor. Eles vão encher sua mente de verdade saudável.

Conclusão

Há alguns anos, a mídia registrou a história de uma mulher conhecida como “Garbage Mary”. Ela morava em um prédio fedorento de Chicago em meio a montes de lixo. Ela passava o tempo vasculhando latas de lixo. Ela fumava cigarros dos vizinhos. A polícia levou-a a um hospital psiquiátrico depois de ter sido detida para interrogatório e encontrar-se em um estado mental confuso. Quando entraram no apartamento imundo, ficaram surpresos ao encontrar certificados de ações e livros bancários indicando que ela tinha pelo menos um milhão de dólares. Ela era filha de um rico advogado de Illinois.

É uma história patética, mas retrata a vida de muitos cristãos professos, que poderiam imergir suas vidas de pensamento naquilo que é verdadeiro, digno, correto, puro, amável e de boa reputação; aquilo que é virtuoso e digno de louvor. Mas, em vez disso, eles se cercam de sujeira moral, mergulhando diariamente em programas de TV obscenos, poluindo suas mentes com as histórias sórdidas deste mundo condenado, em vez de focar sua vida de pensamento nas coisas de Deus e Cristo.

Um velho cristão indiano estava explicando a um missionário que a batalha dentro dele era como um cachorro preto brigando com um cachorro branco:
– Qual cachorro vence? – perguntou o missionário.
– O que eu alimento mais.- respondeu o indiano.
 Paulo diz: “Alimente sua mente com a verdade pura da Palavra de Deus”.

Questões de discussão

  1. Por que o “pensamento positivo” de Peale e o “pensamento de possibilidade” de Schuller são fundamentalmente opostos às Escrituras?
  2. Alguns cristãos argumentam que precisamos estar cientes do que está acontecendo em nossa cultura por meio de filmes, TV etc. Sua resposta?
  3. Como um policial cristão deve aplicar Fp. 4: 8 quando ele, diariamente, se confronta com sujeira moral em seu trabalho?
  4. Alguém pode argumentar: “A própria Bíblia tem histórias de imoralidade, etc. Qual é a diferença entre lê-la ali e assisti-la na TV, no cinema ou no vídeo?” Sua resposta?

Tópicos Relacionados: Equipar , Santificação , Vida Espiritual , Sabedoria

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Psicanálise

Sobre a Teoria dos Anéis.

Você também pode querer ler este artigo. Como surgiu a teoria: Quando Susan teve câncer, ouvimos muitos comentários estúpidos, mas nosso favorito veio de uma

Leia Mais »
Psicanálise

Teoria dos Anéis

Você também poderá querer ler este artigo. A teoria dos anéis foi criada pela psicóloga Susan Silk. É uma teoria para se ajudar a saber o

Leia Mais »