iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Por Georgia Shaffer.

Viver com a tensão da incerteza
Richard Rohr, um padre franciscano, sugeriu que muitos cristãos não vivem pela fé porque não têm paciência para ficar sem saber e não toleram a ambiguidade. Suas palavras pesaram na minha consciência.
Essa sou eu, pensei. Há alguns invernos tivemos, um dia, muita neve, junto com ventos fortes, o que resultou em um metro e meio de neve na minha entrada. Eu não tinha força ou equipamento para limpar a neve. Imaginei que não seria capaz de tirar meu carro da garagem até que o tempo esquentasse o suficiente para derreter a neve, o que poderia levar semanas. Na manhã seguinte, no entanto, quando olhei pela janela, fiquei surpresa e encantada ao ver meu vizinho – que normalmente limpa minha entrada com um pequeno quebra-gelo em seu caminhão – limpando minha entrada de automóveis com uma enorme pá dianteira ligada a um grande trator. Eu não sabia que ele possuía uma dessas.

Você poderia pensar que, depois de experiências como essa, ou depois de ter sido milagrosamente curada de um agressivo câncer de mama ou por estar vivendo muitos anos após o diagnóstico de câncer de pulmão em estágio 4, que eu seria uma pessoa cheia de fé. Mas ainda há muitas vezes, como agora com o COVID-19, em que a incerteza do futuro ameaça roubar minha alegria e paz. Eu me preocupo se terei comida ou dinheiro suficiente. Vou, ou alguém que eu amo, ficar mortalmente doente com o vírus? Outros que conheço estão preocupados com a perda da empresa, do trabalho e do seguro de saúde. Um dos meus amigos está preocupado em ter água e produtos de papel.
Como os apóstolos em Lucas 17: 5-10, quero mais fé. Mas Jesus lembrou a eles que sua pequena fé inconstante era grande o suficiente. O tamanho da nossa fé não é o problema. O problema é nossa falta de tolerância à incerteza.
 Atualmente, uma de nossas dificuldades é abandonar nossos planos e desejos de controle, enquanto entregamos nossas vidas, nossos entes queridos, nossas finanças e nosso futuro a Deus. Diariamente, devo me lembrar de que enfrentei muita incerteza no passado. E o Senhor esteve comigo a cada passo do caminho. Isso não mudou, apesar de quão assustadora e desafiadora a vida possa ser.
 O COVID-19 traz mais uma oportunidade de crescer em resiliência. É outra chance de orar pelo melhor, confiar em Deus e aprender a viver com a incerteza de não saber o que o amanhã trará.
 Como o apóstolo Paulo escreveu: “Porque vivemos pela fé, não pela vista”, 2 Coríntios 5: 7 (NVI).
Georgia Shaffer Facebook Page

https://georgiashaffer.com/
ministry/mourning-glory-minute/

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Coronavírus (COVID-19)

O Vírus Chinês Abala a Saúde Mental

Médico psiquiatra, professor titular do departamento de psiquiatria da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, o professor Jair de Jesus Mari ministrou

Leia Mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *