iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por Matt Walsh. Leia o artigo completo no Daily Wire.

– Como você se atreve – gritou a adolescente perturbada – Você roubou meus sonhos e minha infância.
Em certo nível, posso me identificar com esse sentimento, porque foi exatamente o que eu disse depois de assistir o remake de “Rei Leão”. Em outro nível, como mãe, acho essa garota muito difícil de se observar. É óbvio que ela realmente acredita em suas fantasias ilusórias do dia do juízo final. Isso é porque elas não são suas fantasias, ela está apenas repetindo o que foi dito por adultos que sabem mais.

Thunberg, como a mídia gosta de nos lembrar, é autista e tem TOC. O Daily Beast fornece um breve resumo de seus problemas psicológicos:

A sueca de 16 anos tem] o diagnóstico formal da síndrome de Asperger, associado ao autismo de alto funcionamento e ao transtorno obsessivo-compulsivo. Uma vez que ela começou a receber tratamento multifacetado, Thunberg conseguiu canalizar sua ansiedade em algo com o qual todos devemos nos preocupar: A saúde do planeta e a ciência por trás dos avisos apocalípticos de seu desaparecimento.

Em outubro de 2018, Thunberg começou a ter pesadelos cheios de ansiedade às 3 da manhã, mas, ao contrário de antes, eles não eram sobre ela. Os pesadelos recorrentes eram sobre o impacto do aquecimento global no planeta, segundo o livro Scenes From the Heart, que ela escreveu com seus pais e irmã, Beata, que também sofre de muitas das mesmas condições emocionais.

Dessa vez, em vez de se esconder em seu quarto como antes do tratamento, ela decidiu que sua ansiedade com o clima precisava se tornar a de todos os outros também. Um dos aspectos de seu diagnóstico complicado é a obsessão. Sua família diz que ela simplesmente não abandonou a ideia de que o planeta estava pegando fogo e que havia ciência suficiente para provar isso.

O Daily Beast conta tudo isso como se não devêssemos nos preocupar. Mas o que nos dizem é que uma jovem obsessiva e com problemas mentais passou a acreditar – por engano – que o apocalipse está sobre nós. Em vez de acalmar esses medos terríveis e redirecioná-la para um rumo mais saudável, os adultos de sua vida apenas incentivaram sua paranoia. E agora a mídia está muito feliz em explorar seu medo, a fim de atiçar ainda mais medo. Criando medo com medo. Essa é a especialidade da mídia.  

Isso é abuso infantil. Se algum adulto na vida de Thunberg realmente se preocupasse com seu bem-estar psicológico e emocional, eles a sentariam e explicariam que a mudança climática não vai destruir a civilização humana. Sim, o clima está mudando. O clima tende a fazer isso. Mas qualquer que seja o papel que os humanos desempenhem nesse processo, e em qualquer grau, não resultará no fim de toda a vida como a conhecemos. Falar de uma linha do tempo de 10, 12 ou 20 anos antes da catástrofe planetária é uma invenção dos políticos e das personalidades da mídia. Os cientistas não falam assim.

Quando eu era criança, eles nos contaram um futuro iminente sem florestas tropicais. Bem, agora estou vivendo naquele futuro iminente e as florestas tropicais estão indo bem. Claro, houve um problema com o desmatamento. Estávamos cortando mais árvores do que deveríamos ter cortado. Mas a visão distópica de um mundo sem árvores era – e eu não poderia saber disso na época, porque eu era apenas uma criança – completamente louca. É possível dizer “as árvores são boas e não devemos destruí-las intencionalmente” sem acrescentar “e logo todas as árvores desaparecerão e você sufocará”. Mas os alarmistas ambientais sempre escolhem aderir à porção apocalíptica no final, minando a validade da mensagem e criando pânico desnecessário.

Mais uma vez, devemos chamar isso o que é: abuso infantil. Pode ser uma jogada política inteligente traumatizar crianças com essas profecias do fim dos tempos, mas é moralmente abominável. Sim, diga às crianças para reciclarem, recolherem lixo, plantarem árvores – todas as atividades que valem a pena. Mas a histeria é totalmente injustificada. Deixe as crianças serem crianças. Elas não deveriam ter que acordar todas as manhãs com medos alucinatórios sobre a morte do planeta.

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Publicidade

Sorteio Brigith Jóias!

Peça Publicitária A Brígith jóias & consignação preparou um sorteio para seus seguidores:Quer ganhar todos esses prêmios? 100 reais em jóias. Uma Make Profissional. Uma

Leia Mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *