iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por AFP. Leia o artigo completo no Breitbart.

tripulação de submarino em exercício de simulação de incêndio

 Profissionais que estão acostumados ao confinamento têm algumas dicas práticas de como aumentar seu bem-estar e evitar a fclaustrofobia durante as semanas em casa.

Scott Kelly, um astronauta aposentado da NASA, passou quase um ano a bordo da Estação Espacial Internacional. Ele disse à AFP que a forma de pensar era crucial:

“As pessoas precisam ter a expectativa certa, não sabemos quando isso vai acabar”.

“Nós podemos ficar nisso a longo prazo, então sua mentalidade precisa ser: estou vivendo uma coisa semelhante a viver no espaço por um ano, preciso ter um cronograma, preciso levantar-me regularmente, ir dormir regularmente.”

“Você precisa agendar um horário para o exercício. Se você não puder sair se não tiver um jardim, levante a cortina da janela, abra a janela e coloque a cabeça para fora, faça com que isso seja parte da rotina diária.”

Para Vincent Larnaudie-Eiffel, ex-comandante de um submarino nuclear, trabalhar bem em confinamento significa encontrar e investir em sua própria “missão” pessoal.

Assim como a bordo do submarino, “preso em nossos compartimentos, todos compartilhamos uma missão, que é proteger outras pessoas, trabalhadores médicos e navegar com sucesso nesse calvário”.

Ele disse que é importante estabelecer uma rotina diária e cumpri-la.

“Você não pode ceder … você precisa fazer algo com esse tempo suspenso.”

Para Larnaudie-Eiffel e seus colegas de equipe, isso envolveu a construção de modelos ou o cultivo de plantas sob luz artificial durante o tempo livre.

“Também é importante que todos tenham seu próprio espaço. Em um submarino, pode ser o espaço apertado de uma cama. É o mesmo em um apartamento apertado.

A marinheira Isabelle Autissier foi a primeira mulher a circunavegar o mundo sozinha. Isso envolveu muito tempo para si mesma.

Mas ela disse que nunca se sentiu sozinha porque “escolhi ficar sozinha”.

Para quem fica em casa, ela recomenda usar o tempo “para experimentar coisas novas, ler, ouvir músicas diferentes, escrever seu diário, tirar fotos, começar a desenhar”.

Acima de tudo, é importante que as pessoas não olhem muito à frente.

Quando estava no mar, enfrentando uma quantidade indeterminada de tempo sozinha “a primeira coisa é não contar os dias”, disse Autissier.

“Você não pode estar constantemente pensando que eu chegarei lá em três meses, em um mês, em 10 minutos.”

Cyprien Verseux, um astrobiólogo da Universidade de Bremen da Alemanha, uma vez passou mais de um ano em uma pequena cápsula, com outros cinco voluntários, simulando condições em uma futura missão a Marte.

“É normal que sua moral e produtividade caiam”, disse ele. “Isso não é sinal de fraqueza. Não acrescente culpa aos seus problemas.

Quando confinado no experimento, Verseux não foi autorizado a sair e foi proibido de se comunicar em tempo real com o mundo exterior.

“Mesmo se não reagirmos da mesma forma ao confinamento, podemos adotar boas práticas que tornem esses períodos mais gerenciáveis”, disse ele.

Ele recomenda escolher uma ou duas atividades e praticar muito.

“Também pratique esportes, pesos leves, ioga, zumba … mesmo que haja falta de espaço, existem soluções para se manter em forma”, disse ele.

Em 2009, o astronauta Frank de Winne se tornou o primeiro europeu a comandar a Estação Espacial Internacional.

Ele disse que foi vital manter o contato humano, mesmo que apenas eletronicamente:

“Existem meios de comunicação, você precisa se esforçar e usá-los.”

O belga, agora em quarentena na Terra, faz uma ligação em vídeo para sua mãe idosa no mesmo horário todos os dias:

“Isso permite que ela me veja. Isso também cria um pouco de estrutura para ela, porque ela sabe que eu vou ligar para ela.”

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Publicidade

Sorteio Brigith Jóias!

Peça Publicitária A Brígith jóias & consignação preparou um sorteio para seus seguidores:Quer ganhar todos esses prêmios? 100 reais em jóias. Uma Make Profissional. Uma

Leia Mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *